(19) 3258-5385

(19)998949873

Home do Site Corricos - Conecta você à natureza

BLOG

Aqui você encontra dicas, notícias e muito mais.

Brotas-SP cria turismo especializado para você e seu PET

quinta, 14 de dezembro de 2017

 

No decorrer dos anos têm-se notado a diferença no status que os animais de estimação passaram a ter dentro dos lares brasileiros, culminando no fato de o Brasil representar, hoje, o terceiro maior mercado PET do mundo.

Segundo a pesquisa Mercado de Consumo PET, realizada pelo SPC Brasil e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) nas 27 capitais brasileiras, 76% dos entrevistados possuem algum animal de estimação – 78,8% possuem cachorro – e afirmam que os principais sentimentos evocados por eles são: amor, alegria, enxerga-los como membros da família, companheirismo e amizade.

O tratamento cada vez mais humanizado permitiu diversas oportunidades de negócios especializadas no mundo PET.

Considerando que 46,5% dão preferência a locais em que é permitida a presença de animais de estimação, que 52,6% mencionam que enfrentam dificuldades em viajar por não ter com quem deixar o animal e que 24,8% levam seu animal na viagem, parece atrativo um turismo especializado no tratamento com os PETs.

Pensando nesse público, a EcoAção, a Pousada Pé na Terra, Viva Brotas Eco Parque e o Parque Aventurah, criaram pacotes especiais para donos de animais de estimação adaptando passeios como rafting, trilha, caiaque e standup. “A ideia é que a viagem seja para o pet, que ele se divirta, curta a adrenalina, entre na agua, tome um banho de cachoeira, faça uma trilha, enfim seja uma viagem deliciosa em família. Aqui em Brotas temos diversos restaurantes que aceitam cães, estamos super engajados e unidos em fazer com que a experiência aqui seja perfeita para o cãozinho”, explica Giovanna Barbieri, Diretora da EcoAção.

A EcoAção criou, então, dois pacotes especiais:

  • Pet Aventura: 1 diária em pousada econômica com café da manhã em apartamento duplo, mini rafting, trilha para cachoeira com dificuldade moderada, trilha, caiaque, standup, brincadeiras nos lagos e passeios para um cão. Investimento: R$ 329 por pessoa e R$ 105 para o cão.

  • Pet Ecoturismo: 2 diárias com café da manhã, em apartamento duplo, mini rafting, trilha para cachoeira com dificuldade moderada, trilha, caiaque, standup, brincadeiras nos lagos e passeios para um cão. Investimento: R$ 475 por pessoa e R$ 140 por cão.

Brotas é considerada como a capital da aventura e do ecoturismo e está localizada no interior do estado de São Paulo.

Para maiores informações, entre em contato:

EcoAção Brotas

Av. Mario Pinotti, 205, Centro, Brotas-SP

(14)3653-9140

www.ecoacao.com.br

 

Fonte: ASSESSORIA DE IMPRENSA ECOAÇÃO

ANÁLISE DE MERCADO: MERCADO CONSUMO PET – SPC BRASIL (https://www.spcbrasil.org.br/.../wp.../09/Analise_Mercado_Pet_Setembro_2017.pdf)

Comente e participe:


Como transportar seu caiaque

quinta, 07 de dezembro de 2017

       Está com dúvida em como transportar seu caiaque? Quais as regras de transporte? O que pode e o que não pode? A Corricos® vai tentar explicar melhor como funciona.

    A RESOLUÇÃO N. 349 DE 17 DE MAIO DE 2010 do COTRAN estabelece normas para o transporte eventual de cargas e de bicicletas nos veículos classificados como automóvel, caminhonete, camioneta e utilitário. Ou seja, tudo o que não for norma específica sobre transporte de bicicletas, deve ser usado como regra para o de caiaques.

       Assim, de acordo com a Resolução:

      1. A carga deverá ter uma altura de 50cm do bagageiro (teto do veículo) à sua altura final;

      2. As dimensões da carga não devem ultrapassar o comprimento da carroçaria nem a largura de sua parte superior;

     3. Só será permitido balanço traseiro em cargas indivisíveis (caso do caiaque), o qual não deve ultrapassar 60% do valor de distância entre os dois eixos do veículo;

    4. É permitida a circulação de compartimento aberto apenas em casos de carga indivisível que ultrapasse o comprimento da caçamba ou do compartimento de carga;

    5. O caiaque não deve ultrapassar o para-choque dianteiro.

   Um pouco complicado? Vamos exemplificar:

 

A é a distância entre os dois eixos do carro.

B é a distância correspondente a 60% de A, em que é permitido o comprimento excedente da carga.

Para simplificar: se A = 2 m de distância, B = 60% x A, então B = 0,6 x 2 = 1,2m. Dessa forma, o comprimento de carga excedente pode equivaler a 1,2 m contados a partir do eixo traseiro do veículo. E o comprimento total do caiaque que poderá ser transportado por esse veículo não deve ser maior que 3,2m de comprimento.

 

E se o meu caiaque ultrapassar qualquer uma dessas medidas?

Bom, aí você precisará pedir uma Autorização Especial de Trânsito (AET) cuja validade é de 1 ano para trânsito do amanhecer ao pôr-do-sol, e na qual será avaliada a segurança do veículo, passageiros e externos para que ela possa ser emitida ou não. Você pode pedir a AET se:

1. O comprimento total não exceda 30m;

2. A largura total não exceda 3,2 m;

3. A altura total não exceda 4,4 m (contado a partir do chão);

4. O peso total não exceda 57t;

 

Pronto! Falando de normas, é basicamente isso o que você precisa saber para poder transportar seu caiaque! As dicas sobre formas e acessórios para transporte ficam para um próximo post.

 

Fontes:

DNIT: RESOLUÇÃO Nº 1, DE 14 DE JANEIRO DE 2016.

http://www.dnit.gov.br/rodovias/operacoes-rodoviarias/sistema-de-gerenciamento-de-autorizacao-especial-de-transito-siaet/RESOLUO012016DNITCargasIndivisveis.pdf

COTRAN: RESOLUÇÃO N. 349 DE 17 DE MAIO DE 2010.

http://www.denatran.gov.br/download/Resolucoes/RESOLUCAO_CONTRAN_349_10.pdf

 

 

Comente e participe:


ahahhshadha

sexta, 01 de dezembro de 2017

asdasdadasda

Comente e participe:


PESCA EMBARCADA: Preciso de licença Arrais?

quarta, 29 de novembro de 2017

       E aí? Já adquiriu seu caiaque, mas não sabe direito se pode sair remando sem destino por aí? Pois é, muitos de nossos clientes, ao adquirirem seus caiaques de pesca, apresentam uma dúvida muito comum: “preciso de licença arrais para pesca embarcada?” 

           Vamos começar por partes: a Licença Arrais-Amador é um dos tipos de habilitação náutica amadora. Essa categoria permite total liberdade para conduzir embarcações nos limites de navegação interior.

       Já, pesca embarcada, é entendida conforme os incisos da INSTRUÇÃO NORMATIVA INTERMINISTERIAL MPA/MMA nº 09 DE 13 DE JUNHO DE 2012:

   §1º Pescador amador embarcado é aquele que faz uso de embarcação de esporte e/ou recreio para suporte à pesca.

      §2º Pescador amador desembarcado é aquele que não faz uso de embarcação para suporte à pesca.

     Já de acordo com a NORMAM-03/DPC (2012), caiaque é definido como “pequena embarcação com proa e popa semelhantes, dotada de um pequeno poço ao meio onde se senta o remador” e, devido isso, é considerado embarcação miúda (com comprimento inferior ou igual a 5 metros, ou inferior a 8 metros com convés aberto ou fechado, sem cabine habitável, sem motor ou com motor que não exceda 30HP).

     Visto que pesca embarcada é definida como a pesca cujo suporte é dado por uma embarcação e que caiaque é definido como embarcação miúda, temos que sim, a pesca de caiaque é uma pesca embarcada, o que não significa que seja, necessariamente, obrigatória a inscrição/registro no Tribunal Marítimo (TM), pois deve-se levar em consideração as características atribuídas a ele. Sendo assim, podemos entender que o pescador de caiaque é dispensado de inscrição/registro de pesca embarcada, a não ser que a propulsão de seu motor exceda o limite disposto na NORMAM-03/DPC

        No entanto, é importante lembrar que mesmo dispensado de inscrição, os pescadores de caiaque continuam sujeitos às normas da legislação em vigor e à jurisdição do Tribunal Marítimo, devendo portar os itens obrigatórios para sua classificação:

  • Para navegação em caiaque é obrigatório o uso de coletes salva-vidas Classe V (fabricado para emprego exclusivo em atividades esportivas tipo moto aquática, banana-boat, esqui aquático, windsurf, parasail, rafting, kitesurf, pesca esportiva, embarcações de médio porte – empregadas na navegação interior – e embarcações miúdas) e luzes de navegação RIPEAM – Parte C (em caso de navegação noturna).

       Ainda tem dúvidas quanto à licença? Entre em contato conosco por e-mail, facebook, instagram (onde achar melhor) que estaremos à disposição para ajudar da melhor forma possível.
 

Fontes: NORMAM-03/DPC, 2012 - INSTRUÇÃO NORMATIVA INTERMINISTERIAL MPA/MMA nº 09 DE 13 DE JUNHO DE 2012 (http://www.pescamadora.com.br/2017/05/motor-eletrico-no-caiaque-afinal-o-pescador-precisa-portar-licenca-arrais-para-conduzir/)

Comente e participe:


Inauguração: Lago Artificial Corricos

sexta, 24 de novembro de 2017

Inauguração: Lago Artificial para teste de caiaque, iscas artificiais e arremessos

Sábado (18/11) foi dia de inauguração aqui na Loja Corricos ®!

Realizamos a abertura do Lago Artificial aos nossos clientes, um lago com 10m de comprimento, 3m de largura e 1m de profundidade, planejado para teste de caiaques, iscas artificiais e arremessos com varas.

Tudo pensando para uma melhor experiência de compra para nossos consumidores. Para que eles se sintam em um ambiente confortável e tenham certeza do produto que estão levando para casa.

Confira com a gente fotos e vídeos do que rolou no sábado e fiquem de olho nas próximas novidades! ;)

Comente e participe:


Menina de 11 anos recebe prêmio de jovem cientista nos EUA

quinta, 23 de novembro de 2017

Gitanjali Rao se tornou a cientista mais jovem dos Estados Unidos após vencer o Discovery Education 3M Young Scientist Challenge. Gitanjali é estudante da sétima série e com 11 anos levou para casa o prêmio de US$25 mil (quase R$82 mil) por criar um dispositivo que detecta níveis de chumbo presentes na água.

Segundo a menina, a inspiração se deu com a crise hídrica da cidade de Flint, em Michigan, entre 2014 e 2015, quando foi detectado que o sistema de água estava altamente contaminado por chumbo. Foram constatados mais de 80 casos de contaminação na cidade e 12 pessoas vieram à óbito.

Para o desenvolvimento do projeto, ela considerou a quantidade de pessoas afetadas e que este problema não ocorria apenas em Flint, pois muitos outros sistemas de águas nos Estados Unidos sofreram com o ocorrido, e, a ideia se deu quando seus pais fizeram o teste de chumbo na água de sua casa. Gitanjali achou que o processo não era tão confiável e decidiu fazer algo para mudar isso, visto que em um dos processos, que se utiliza de tiras de teste, é rápido, mas não muito preciso, e o outro, a base de amostra de água para análise, leva tempo e necessita de equipamentos caros.

Assim, trabalhando com cientistas da 3M, a menina criou o Tethys (deus grego da água), um dispositivo conectado a um aplicativo de celular, para detectar a presença de chumbo nas águas através de nanotubos de carbono que mostram o status do líquido num processo que leva de 10 a 15 segundos.

Todo o projeto levou demorou cinco meses para ficar pronto e agora está em fase de aprimoramento para que possa ser vendido, eventualmente, a pessoas que morem em regiões com problemas de contaminação.

Gitanjali já sabe o que quer ser quando crescer: geneticista ou epidemiologista, áreas que podem trabalhar com casos desse tipo. "Eu estudei um pouco desses temas desde que fiquei interessada na área e então vim com esse dispositivo para ajudar a salvar vidas", declarou a garota.

 

 

Foto: © Reprodução do '2017 National Finalist: Gitanjali Rao'/Youtube/The Discovery Education 3M Young Scien... Gitanjali Rao, de 11 anos, crioiu um dispositivo que detecta níveis de chumbo na água.

Fonte: O ESTADO DE S. PAULO  http://emais.estadao.com.br/noticias/comportamento,menina-de-11-anos-vence-premio-com-sensor-que-detecta-chumbo-na-agua,70002068803

Comente e participe:


123

© Todos os direitos reservados - Corricos - Comércio de Artigos de Esportes e Aventura 2017

Compartilhe:

© Todos os direitos reservados - Corricos - Comércio de Artigos de Esportes e Aventura 2017

Envie suas perguntas em nosso Chat

 Produto Adicionado ao Carrinho

Continuar Comprando FINALIZAR COMPRA